Patrimônio cultural e a problemática dos valores: o processo de patrimonialização do Terreiro São Jorge Filho da Goméia – BA / Cultural heritage and the value problematic: the process of patrimonialization of Terreiro São Jorge Filho da Goméia - BA

Mariana Araujo AGUIAR

Resumo


O artigo tem por objetivo analisar o processo de tombamento do Terreiro de São Jorge Filho da Goméia, realizado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), em 2003. Com base nesse processo, buscou-se compreender as relações de poder, os discursos identitários e as formas de promoção dos direitos culturais a partir desse patrimônio. A análise possibilitou interpretar as razões para o processo ter durado quinze anos, refletindo sobre as questões na perspectiva da valorização do bem. Além disso, pode-se compreender que, não apenas o processo de patrimonialização foi permeado por conflitos e contrastes, mas também a interpretação após a instituição do patrimônio, observando as formas de ativação da identidade negra, por meio de projetos como Museu Comunitário e o Bloco Carnavalesco Bankoma.


Palavras-chave


Patrimônio cultural. Identidade. Direito cultural.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Av. Dom Antônio, 2100 - Pq Universitário

CEP - 19.806-900 - Assis - SP - Brasil
Telefone (18) 3302-5835
e-mail: patrimonioememoria@gmail.com
http://www.cedap.assis.unesp.br

Indexadores


Portal RedibLatindexDiadorimHarvard Library

Periodicos Capes

SHERPA/RoMEOEBSCOPKP logo
SEERDialNetOAJIEZB
erihplus