Corredor Cultural do Rio de Janeiro: debates e combates pelo patrimônio cultural urbano nos anos 1970 / Cultural Corridor of Rio de Janeiro: debates and combats for the urban culture heritage in the 1970s

Flavia Brito do NASCIMENTO

Resumo


Em 1979, organizaram-se políticas de preservação urbana no Rio de Janeiro, sob muitos aspectos em reação à onda de renovação urbana e de demolições de edificações icônicas da área central, construídas no início do século XX. A cidade do Rio de Janeiro passará a contar com a atenção de urbanistas e intelectuais na defesa do ambiente urbano. Tais ações ligadas ao planejamento urbano culminaram em 1983 na promulgação da lei de preservação chamada “Corredor Cultural”, de grande repercussão no cenário nacional de preservação urbana. Apesar do sucesso, o projeto segue como experiência quase isolada de junção entre planejamento urbano e patrimônio cultural no território nacional. De fortuna crítica também restrita, este artigo tem por objetivo discutir os discursos sobre o passado na cidade do Rio na década de 1970 e as ações intelectuais, administrativas e políticas que levaram à estruturação do projeto. Discorreremos sobre a história das ações preservação na cidade e a maneira pela qual, anos depois da transformação sistemática da área central do Rio, a preservação passa a ser objeto das políticas urbanas.


Palavras-chave


Corredor Cultural. Rio de Janeiro. Patrimônio urbano.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Av. Dom Antônio, 2100 - Pq Universitário

CEP - 19.806-900 - Assis - SP - Brasil
Telefone (18) 3302-5835
e-mail: patrimonioememoria@gmail.com
http://www.cedap.assis.unesp.br

Indexadores


Portal RedibLatindexDiadorimHarvard Library

Periodicos Capes

SHERPA/RoMEOEBSCOPKP logo
SEERDialNetOAJIEZB
erihplus