As formas simbólicas de Ernst Cassirer e o conceito de Patrimônio Cultural: um diálogo possível com base no estudo da Casa do Divino (PR) / The Ernst Cassirer’s Symbolic Forms and the concept of Cultural Heritage: a possible dialogue from the study of Casa do Divino (state of Paraná)

Elizabeth JOHANSEN, Leonel Brizolla MONASTIRSKY

Resumo


A intenção deste artigo é contribuir com as discussões interdisciplinares que a comunidade acadêmica promove há anos sobre o conceito de patrimônio cultural, suas transformações, ampliações e possibilidades de análise. Assim, ao utilizar Ernst Cassirer e sua crítica da cultura a partir da filosofia das formas simbólicas em diálogo com o conceito de patrimônio cultural, buscou-se alavancar um debate essencialmente analítico-compreensivo, do que apenas descritivo. Para averiguar a possibilidade de tal diálogo os conceitos serviram de base analítica no estudo de alguns aspectos de um patrimônio cultural em especial: a Casa do Divino, existente em Ponta Grossa (PR) desde 1882. As formas simbólicas apresentadas por Cassirer permitiram compreender o homem como aquele que interpreta, articula e sintetiza a experiência humana. Estudando essas práticas, via seu patrimônio cultural, verificou-se que esse homem se submete às regras da sua comunidade, mas também à sua produção e modificação conforme sua identificação e funcionalidade.

Palavras-chave


Formas simbólicas. Patrimônio cultural. Casa do Divino.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Av. Dom Antônio, 2100 - Pq Universitário

CEP - 19.806-900 - Assis - SP - Brasil
Telefone (18) 3302-5835
e-mail: patrimonioememoria@gmail.com
http://www.cedap.assis.unesp.br

Indexadores


Portal RedibLatindexDiadorimHarvard Library

Periodicos Capes

SHERPA/RoMEOEBSCOPKP logo
SEERDialNetOAJIEZB
erihplus