Os Oratórios domésticos: lugares de memória para os imigrantes japoneses em Santa Maria/RS / Domestic oratories: Memory places for Japanese immigrants in Santa Maria / RS

Alexandra Begueristain da SILVA

Resumo


Pretende-se a partir deste estudo apresentar o Butsudan como lugar de memória e como patrimônio imaterial de um grupo de imigrantes japoneses residentes em Santa Maria no RS, onde hoje residem quatorze das 25 que chegaram na cidade em 1958. Foi a primeira imigração tutelada para o Rio Grande do Sul, o que torna o oratório/relicário ainda mais importante para o grupo, no sentido de manter viva a memória da terra natal e seus descendentes. É um espaço íntimo da casa, atua como, lugar para reviver as memória dos ancestrais, do país de origem e ainda da efemeridade da vida, é um oratório onde se fazem oferendas e se cultuam os antepassados. Um Butsudan é um armário de madeira com aberturas que encerram e resguardam um ícone religioso, uma escultura ou pintura de um Buda. São altares de culto doméstico, familiar ou íntimo, vastamente difundidos em meio aos imigrantes japoneses

Palavras-chave


Patrimônio Cultural. Imigração Japonesa. Lugares de memória.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

 

 

Centro de Documentação e Apoio à Pesquisa Av. Dom Antônio, 2100 - Pq Universitário

CEP - 19.806-900 - Assis - SP - Brasil
Telefone (18) 3302-5835
e-mail: patrimonioememoria@gmail.com
http://www.cedap.assis.unesp.br

Indexadores


Portal RedibLatindexDiadorimHarvard Library

Periodicos Capes

SHERPA/RoMEOEBSCOPKP logo
SEERDialNetOAJIEZB
erihplus